Blogue simples e personalizado, de conteúdo essencialmente literário, dando voz tanto a autores desconhecidos como veiculando autores célebres; com pequenos focos na música, pintura, fotografia, dança, cinema, séries, traduzindo e partilhando alguns dos meus gostos pessoais.
Sejam benvindos ao meu cantinho, ao meu mundo :)

sábado, 16 de agosto de 2014

A NOITE - por Peter Lee Dolphein


À noite
Os sons aumentam.

À noite o luar estremece-me a pele
E a minha licantropia existencial
Enlouquece-me
Uivando à lua
Do teu Amor
Porque à noite é quando o vento
Sopra o teu nome.

Porque à noite
As estrelas choram por ti
E não há coração que aguente
Tamanha saudade de ti.

À noite chamo por ti
E sinto que as cigarras
Cantam em coro
A minha paixão.

À noite
O sono não vem
E a paixão cresce
Nos nossos corpos suados e exaustos
Porque tu e eu pertencemos um ao outro
E pertencemos também
A essa Noite
Que existe porque ambos nos perdemos
Um para o outro,
À NOITE ...
Quando tudo o demais já perdeu significado
Para Nós...
Completamente anoitecidos.

Autor ©: Peterleedolph , Braga 29/1/2007
Postar um comentário